Caporales

Caporales é uma dança tradicional da Bolívia originada no Departamento de La Paz, criada e apresentada ao público pela primeira vez em 1969 pelos irmãos Estrada que foram inspirados na Saya afro-boliviana, uma dança que pertence à região de Yungas, na Bolívia. A dança, entretanto, tem um aspecto religioso proeminente.

O homem veste chapéu de abas largas, camisa largas, faixa ou cinto, calças de estilo militar, botas que possuem mini- chocalhos que servem para acompanhar o ritmo da música e um chicote, enquanto a mulher usa tranças com um tipo de chapéu curto, veste um vestido de mangas compridas e bufantes com mini-saia. As roupas do homem e da mulher devem combinar.

A dança do Caporales é uma dança de movimentos ágeis e atléticos em que os homens realizam movimentos acrobáticos enquanto as mulheres dançam para destacar a sensualidade e a feminilidade através de movimentos graciosos.

Cueca

A Cueca é um conjunto de estilos musicais e danças a estes associadas típica da ArgentinaChile e Bolívia. No Chile é considerada a dança nacional, assim oficialmente designada a 18 de setembro de 1979.[1] Seu estilo é derivado da zamacueca peruana. A dança representa a conquista e o desejo amoroso de uma mulher por um homem, e está presente no oeste da américa do sul desde a Bolívia até a Argentina e a Colômbia, tendo suas variações de acordo com a região e a época.

A cueca chilena pode ser distinguida em:

  • Cueca nortina: A principal diferença é que a música não é cantada, somente instrumentada.

  • Cueca chilota: Os passos são mais curtos e a voz do cantor tem mais importância sobre os instrumentos.

  • Cueca centrina: Da região central o huasa de Chile, é o estilo mais conhecido.

Chacarera

Chacarera é uma dança e música popular originária do noroeste da Argentina[1] desde o século XIX. A música toca-se geralmente com violãoviolinoacordeão e bombo leguero. A chacarera já era dançada nas fazendas de Santiago del Estero no início do século XVIII durante a conquista da Coroa Espanhola, na época colonial.

A chacarera pertence ao grupo de danças picarescas, de ritmo ágil e caráter muito alegre e festivo. No caso da chacarera boliviana a vestimenta da mulher apresenta floresestampadas e são de cores cálidas, babadosavental e sapatos de salto baixo. Em nenhum caso existem fitas de cor no cabelo, e o penteado é uma trança. O homem usa botasbombachasrastrascamisalençochapéu e, nas épocas de frio, poncho. Na Bolívia a chacarera é bastante difundida na província Gran Chaco e no departamento de Tarija e mais atualmente tem se difundido bastante nas entradas (desfiles) folclóricas em La PazOruro e Cochabamba.

Zamba

Na Argentina, zamba é o nome que se dá a um género musical e um tipo de dança que são característicos da região do Noroeste. A zamba faz parte do chamado folclore argentino.

A zamba pode ter um compasso de 6/8, de 3/4 ou una combinação de ambas e deriva das colónias europeias na América. Os europeus chamavam zambas às mulheres mestiças que descendiam de pai negro e mãe aborígena ou de pai aborígena e mãe negra, ao passo que os homens na mesma situação eram denominados zambos.

O conceito surge das divisões em raças ou castas que impuseram os conquistadores no continente americano. Os filhos de relações formadas por escravos africanos (ou seus descendentes) e indígenas americanos, neste contexto, eram os zambos, numerosos na Colêmbia, no Brasil, na Venezuela, no Panamá e noutros países.

Actualmente, a nação com maior quantidade de população zamba é o Panamá. Certas regiões do Equador, da Colômbia e do Brasil, por outro lado, também apresentam numerosos habitantes zambos.

Todo material deste site é fruto de pesquisa e colaboração de pesquisadores culturais.

  • Facebook Clean Grey

© 2016 Cultura Latino-Americana. Orgulhosamente criado por - Jara Arrais